Método Sócio-construtivista: a linha pedagógica que estimula a interação social

Baseada nas ideias do psicólogo Lev Vygotsky e derivada do Construtivismo, a metodologia Sócio-Construtivista apresenta como ponto central o fato de que a aprendizagem e desenvolvimento são instrumentos da interação social, desde que a criança receba todo o suporte educacional adequado. A ideia parte do princípio que o homem não nasce inteligente e que através das relações interpessoais o conhecimento é adquirido.

Esta linha pedagógica acredita que o conhecimento não deve ser passado pronto do professor para o aluno. Por esse fato, a escola que escolhe esse modelo, estimula a criança ou jovem a aprender a partir de suas experiências. Através de discussões, interação em grupos sociais, formulação de hipóteses e múltiplas situações o aluno compreende novos pontos de vista e adquiri os conhecimentos necessários. Os erros são o trampolim para o aprendizado e não uma falha.

A sala de aula, neste modelo, conta com poucos alunos e a relação do professor com o estudante é mais próxima. As crianças expõem suas opiniões, as diferentes visões, enriquecendo todo o grupo. Assim como no construtivismo, as turmas são divididas em ciclos e não em séries e o professor não possui papel central, sendo passado para o aluno o papel de personagem principal. Neste método, não se aplicam provas, ficando a critério de cada escola. 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *